Navegação de Posts

“O Homem Que Não Amava as Mulheres”

Hollywood confirma que vai refazer um filme sueco produzido no ano passado. Um remake tão rápido assim? A resposta é simples. Esse filme potencializa uma febre que surgiu a partir de um dos maiores sucessos da literatura policial.

O livro que se tornou best-seller mundial é “O Homem Que Não Amava as Mulheres”, do escritor sueco Stieg Larsson, o primeiro livro da sua trilogia “Millenium”. O livro ganhou adaptação para o cinema no ano passado, sob direção do dinamarquês Niels Arden Oplev. A produção é sueca.

O filme foi lançado nos cinemas da Europa e foi adquirido para exibição aqui no Brasil, quase ao mesmo tempo em que o livro explodia em vendas nas nossas livrarias, repetindo o fenomeno mundial. O sucesso de “O Homem Que Não Amava as Mulheres” e dos outros dois livros da trilogia não foi visto pelo Stieg Larsson, que morreu de infarto aos 50 anos de idade em 2004.

Ele sequer viu seus livros serem editados. Em vida, quatro editoras suecas recusaram os manuscritos, pois náo acreditavam que temas tão sombrios como investigações sobre assassinatos ocorridos 30 anos antes pudessem interessar o público. Em vida, só ficou conhecido pelo seu trabalho como jornalista. Aliás, um hábil repórter investigativo que enfrentou barras pesadas em sua profissão.

Os leitores que começam a ler seus livros não querem parar. E não é apenas o fato de saber que o autor morreu prematuramente que surge a atração por suas histórias. Rapidamente, o cinema sueco produziu os três filmes baseado na trilogia formada por “O Homem Que Não Amava as Mulheres”, “A Menina Que Brincava com Fogo” e “A Rainha do Castelo do Ar”.

O primeiro filme chegou ao Brasil diretamente em DVD sem passar pelos cinemas, uma decisão comercial da distribuidora. Fiel ao livro em atmosfera e surpresas, “O Homem Que Não Amava as Mulheres” é assim:

VEJA O TRAILER DUBLADO EM PORTUGUÊS:

E o remake de Hollywood vai se basear no livro e no filme. “O Homem Que Não Amava as Mulheres” terá o britânico Daniel Craig no papel de Mikael Blomkvist, o repórter investigativo da revista Millenium. Hoje famoso como o James Bond mais realista do série 007, tem o tipo físico que lembra o personagem do livro.

David Fincher, o cineasta de ” O Clube da Luta”, “O Curioso Caso de Benjamin Button”, “Seven” e “Zodíaco”, vai dirigir a versão Hollywood, mas vai gravar o filme na Suécia, mantendo o cenário original da história. O título será o mesmo utilizado na tradução do livro em inglês: “The Girl With the Dragon Tattoo” (A Garota com Dragão Tatuado).

Lançamento previsto da versão Hollywood de “O Homem Que Não Amava as Mulheres”: dezembro de 2011.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
  • zulma jans

    Caro Zamith:
    Apenas uma pequena correção: o primeiro filme baseado na trilogia Milenium Os Homens Que Não
    Amavam as Mulheres saiu sim aqui no Brasil comercialmente nos cinemas. Eu o vi aqui em Santos,
    onde moro, na rede Cinemark.
    Abraço
    Zulma

    • Fernando Zamith

      Tem razão, Zulma. O filme foi lançado no dia 13 de maio deste ano nos cinemas brasileiros, mas passou meio em branco nos cinemas em São Paulo. Ficou pouquíssimo tempo em cartaz. No Rio de Janeiro, então, passou em apenas duas salas. Circulou muito pouco pelas grandes cidades. A distribuidora tem os direitos dos outros dois filmes que formam a trilogia, mas com o sucesso dos livros e agora o anúncio que Hollywood vai refilmar “Os Homens Que Não Amavam as Mulheres”, com Daniel Craig, é bem possível que as produções suecas ganhem um espaço maior na tela dos cinemas e não saiam diretamente em vídeo. Thanx pelo olhar atento aos filmes.

  • Sagan

    Fascistas! O cinema morreu e eu não percebi.

  • matusalem

    Vocês sabem se os filmes “A menina que brincava com fogo” e “A rainha do castelo de ar” vão sair no cinema ou em DVD no Brasil (versão original sueca)?
    obrigado

    • Fernando Zamith

      A Imagem Filmes tem os direitos de exibição. O primeiro filme da trilogia já foi lançado em DVD, depois de ter uma exibição de curta carreira nos cinemas antes que os livros se tornassem best-sellers. Não há previsão de lançamento em cinema ou em vídeo, mas certamente com a exibição em breve da versão da produção internacional de “Os Homens Que Não Amavam As Mulheres”, de David Fincher com Daniel Craig, poderá influir. E assim ganhar a cena.

    • Dani

      sim, já tem a saga completa, mas legendada, mas mesmo assim vale a pena assistir a versão sueca. Essa nova versão de Hollywood distorce muito o que o autor escreveu.

  • Solange

    Assisti agora pouco o primeiro filme da trilogia no canal Cinemax ( tv a cabo). O canal anuncia que está exibindo o 1º filme, dando a entender que passará os outros dois. Vou aguardar pra ver.

    Boa noite.

  • Newton Almeida

    Excelente filme ! Trama intrigante que prende do início ao fim.

    CINEMA Newton Almeida
    http://cinemanewtonalmeida.blogspot.com

  • Luciano

    Eu assisti no cinema aqui no rio, passou em poucas salas e curtissima temporada. Bom filme.

  • VITIM_ALAN

    ÓTIMO FILME! ROTEIRO IMPECÁVEL, PERSONAGENS ENGAJADOS, ÓTIMA ATUAÇÃO DE ROONEY MARA, O OSCAR NÃO MERECIA OUTRO DESTINO.

  • CristianoTrindade

    muito bom . acabei de assistir . recomendo .