IMG_4072

A gente percebe que a arquiteta Cristina Bozian é apaixonada por decoração ao visitar sua casa. Cada cantinho tem uma história. Ela consegue imprimir características da sua personalidade em todos os espaços.

Super organizada, ela vive e trabalha em um apartamento de 80 metros em São Paulo com seu namorado Jeff e seus dois cachorros.

Com dois quartos e um banheiro na planta original, os espaços foram integrados com a reforma e o apartamento ganhou uma sala de banho.  

“Amo banheiro! É o primeiro lugar que a gente vai ao acordar e o ultimo antes de dormir”explica Cristina.

O computador fica na mesa de jantar desde que a arquiteta passou a trabalhar em casa. Ao lado, uma meia parede de espelhos divide o quarto da sala.

Veja o vídeo completo no youtube.com/decorjovempan

 

[caption id="attachment_37014" align="aligncenter" width="710" caption="Graça Salles, Cristina Bozian e Zize Zink"][/caption] [caption id="attachment_37015" align="aligncenter" width="710" caption="Bancada de marceneiro usada na sala arquiteta"][/caption] [caption id="attachment_37016" align="aligncenter" width="710" caption="Detalhes da produção"][/caption]

 

IMG_3593

O empresário Rafael Trindade mora em um prédio dos anos 50 no bairro dos Jardins, em São Paulo. “Eu demorei bastante para encontrar um apartamento. Quando vim aqui, nesse prédio, eu me apaixonei” explica.

A planta original tinha 2 dormitórios e na reforma o espaço ficou todo integrado com uma suíte. O arquiteto Rogerio Gurgel e a designer Regina Strumpf ajudaram na reforma e a decoração, com coleções, peças garimpadas e memórias de família, ficou por conta do Rafael.

As plantas chamam atenção no apartamento: “Eu sempre gostei! Eu moro numa cidade cinza, as plantas dão uma calma, uma tranquilidade que eu gosto muito” completa o proprietário.

 

[caption id="attachment_36964" align="aligncenter" width="700" caption="Graça Salles, Rafael Trindade e Zize Zink"][/caption]

FullSizeRender-26

As designers Heloisa Galvão, Nicole Toldi e Luiza Toldi, cerâmistas, desenvolveram uma coleção em parceria com as designers de produtos Nicole Tomazi e Paula Muller.

“O nosso encontro surgiu a partir de um retiro que fizemos na casa da Nicole Toldi, quando decidimos unir nossas poéticas” explica Heloisa.

“Cada uma de nós tem um trabalho forte e solitário. O dessfio de fazer uma fusão desses trabalhos é uma experiência única” complete Nicole Toldi.

O desafio da designer de produtos Nicole Tomazi foi transformar  o textil em porcelana. Foi um trabalho muito interessante passar para a porcelana a textura dos fios. O resultado é maravilhoso!

  

[caption id="attachment_36919" align="aligncenter" width="700" caption="Vasos assinados por Heloisa Galvão e Nicole Toldi"][/caption]

FullSizeRender-23

O galerista Fabio Cimino mora em um apartamento maravilhoso na Av. Paulista, em São Paulo. O prédio, em vias de ser tombado, é de 1952, projeto do arquiteto Fabio de Souza, um dos primeiros prédios modernistas do Brasil.

Na reforma do apartamento, Fabio integrou os ambientes e assumiu características originais da arquitetura, deixando no concreto as colunas e as caixas abertas do forro.

Dono Zipper Galeria, espaço aberto em 2010 para representar a nova arte contemporânea do Brasil, o galerista tem sua casa repleta de obras de arte.

“Todas as obras da minha casa têm a ver com a minha trajetória profissional. Eu comecei a trabalhar nos anos 80 como office boy em uma galeria de arte e fui conhecendo os artistas” explica Fabio.

Conheça a casa do Fabio Cimino no video do Décor Jovem Pan: www.youtube.com/decorjovempan

 

FullSizeRender-21

O antiquário Juliana Benfatti vive em um apartamento sem elevador, construído nos anos 50 em São Paulo. Um prédio pequeno, daqueles charmosos que mais parecem uma casa, com direito a terraço em curva na copa das árvores.

A arquitetura do prédio tem tudo a ver com a decoração do apartamento, que tem paredes pintadas de dourado e peças cheias de histórias, garimpadas no antiquário da proprietária.

“A parede dourada surgiu da necessidade de fazer um amarelo, que eu acho a cor mais difícil de encontrar…Eu tenho horror do amarelo canário e do ocre, que fica baixo astral. Pra chegar num mostarda bacana é bem difícil. Eu fui na loja pesquisar as tintas e vi a tinta metálica pronta…Fiz um teste a amei!” Explica Juliana.

As viagens a Europa para pesquisar antiguidades e exentricidades fazem parte da rotina do antiquário Juliana Benfatti que trabalha na sua loja com peças do Sec XVIII aos dias de hoje. Sua casa reflete essa filosofia, com peças que mesclam diferentes formas, movimentos e culturas. “Uma casa feita em um só estilo é monótona” conclui.

Veja o vídeo completo: youtube.com/decorjovempan

@decorjovempan

 

[caption id="attachment_36806" align="aligncenter" width="640" caption="Zize Zink e Juliana Benfatti"][/caption]