IMG_7402

A cor azul é um clássico, uma cor que transmite calma e é sempre muito usada na decoração. O que a gente percebe agora são tingimentos especiais, grafismos, em tons de azul.

A Entreposto, uma loja de tecidos aqui em São Paulo, lançou uma coleção linda chamada Índigo inspirada em uma técnica artesanal usada pela civilização africana Mali

Índigo é um dos mais antigos corantes para tecidos do mundo. É uma técnica milenar que consiste na fermentação de folhas de espécies anileiras – folhagens que são materia prima para se obter o anil -resultando em uma água verde que oxida e se transforma em um pigmento azul.

 

cv374-editorial-olegario-de-sa02

Zize Zink e Graça Salles visitaram a casa do arquiteto Olegario de Sá no Decor Jovem Pan ( Veja o vídeo)

O apartamento do arquiteto Olegario de Sá parece uma casa. Localizado no primeiro andar de um prédio em São Paulo, tem um jardim que circunda e ilumina as salas e é o espaço preferido do dono da casa para relaxar.

“A casa é o meu refúgio…eu tenho um prazer enorme de entrar em casa e me identificar com o espaço. A minha casa conta a minha história” explica o arquiteto

Olegario buscou no projeto o conforto, a integração espacial e principalmente a luminosidade “Meu estilo é contemporâneo” completa

No canal do Décor Jovem Pan www.youtube.com/decorjovempan você pode ver todas as visitas que  Zize Zink e Graça Salles fazem a profissionais do meio da arquitetura e decoração

 Fotos: Lufe Gomes

Ilse-Crawford-Portrait-StudioIlse-Photography-by-Leslie-Williamson-Yellowtrace-04

A Netflix lançou uma série de documentários, “Abstracts”, que mostra o processo criativo de designers de várias áreas. Um dos nossos preferidos é da designer de interiores  Ilse Crawford. Ela foi editora da Elle Decor inglesa e revolucionou o conceito do design de interiores.

Tradicionalmente o design de interiores é visto como uma coisa mais frívola e superficial. Ilse mostra como o design das nossas casas influencia a maneira como nos sentimos, como nos comportamos. Sua importância na nossa vida e no nosso inconsciente.

Ilse explica que a empatia é um dos alicerces do design e como os sentidos, o cheiro e o tato, transmitem bem estar e empoderamento.

Com a vida urbana perdemos essas sensações. Perdemos contato com a natureza, não temos tempo para sentir o cheiro de uma grama molhada ou do sol na nossa pele. A decoração de interiores tenta suprir essa falta.