Navegação de Posts

O “deretor” e a total falta de ética. Isso sim é Palmeiras!!!!

Fonte: UOL Esporte

Palestrinos de sangue quente! Hoje pudemos acompanhar, via twitter, o tamanho despreparo da diretoria do Palmeiras. As redes sociais, que deveriam ser usadas em prol do clube, são usadas para denegrir o nosso caráter e ética.

Piraci Oliveira, diretor jurídico do clube e ex-comandante da Lista Negra (que deixou vários palmeirenses de fora do clube por conta de críticas feita à administração Mustafá Contursi), lançou no microblog que o contrato da Adidas com o Palmeiras é “muito ruim”. Obviamente o “poderoso” diretor fez alguma comparação. E a comparação que o “poderoso” fez foi com um boato de que a empresa alemã ofereceu R$ 350 milhões para o Flamengo por um contrato de 10 anos. Pessoal, foi com um BOATO…por causa disso, o “deretor” simplesmente jogou a ética do Palmeiras no lixo, assim como fizeram com a Samsung. Criticou uma empresa renomada mundialmente por um microblog, vazando pela imprensa e queimando muito o filme.

A Adidas tem uma história muito bonita com o Palmeiras e isso jamais poderia ter sido jogado fora. Por causa de um “deretor” muito despreparado, como sempre foi, tudo pode ter ido por água abaixo. Para a diretoria do Palmeiras em geral, mais uma vez eu suplico: vão estudar! Contratem quem entende do negócio. Se o futebol se profissionalizou, não é um vendedor de milk shake que pode ser diretor de futebol….

Não estou questionando em nenhum momento se o Palmeiras deveria ou não negociar uma nova cláusula, ou um novo contrato. Se existe uma brecha para maximizar os lucros do clube, isso deve ser feito. É a máxima da Administração de Empresas. Estou questionando a incrível capacidade do clube queimar cartuchos à toa, por besteira ou auto-promoção. A carteira de diretor precisa ser honrada muito mais que qualquer outra coisa. Usar o Palmeiras para se promover é o fim da picada.

Obviamente que o ex-presidente Belluzzo, meu amigo, jamais deixaria quieto. Inclusive lançou uma nota na imprensa questionando o fato do contrato com a Rhummel, em 1993. Vamos relembrar: o Palmeiras assinou com a Rhummel, e a primeira empresa que essa fornecedora trabalhou foi com o próprio Palmeiras. Por incrível que pareça, foi aberta uma empresa poucos dias antes do clube apresentar a sua nova fornecedora.

E por mais coincidência que pareça ser, o símbolo da Rhummel é muito parecido com o da Hummel, empresa que fornece materiais no exterior e tem um boa reputação. Na época, muitos levantaram essa questão dentro do clube e existiam boatos de que a fornecedora foi criada por pessoas ligadas ao Palmeiras.

E detalhe: o Palmeiras NUNCA RECEBEU R$ 1 DA RHUMMEL. Então, qual contrato é melhor? R$ 70 milhões da Adidas ou R$ 0 da Rhummel? 

Sem querer levantar polêmica alguma, mas o fato é que o Palmeiras virou uma bagunça administrativa. Ninguém sabe de nada, ninguém entende nada e vamos levando. Quem sabe um dia ganhamos um título por aí?

E assim caminha a mediocridade!

Publicidade
Publicidade
Publicidade
  • Julio09

    Parabens pelo texto, demonstra a pura realidade que vive o Palmeiras, deixando milhoes de apaixonados como eu preocupadíssimo por estar em mão de pessoas tão despreparadas. Avante Verdão.
    Julio Sartori

  • http://www.facebook.com/ebertaglia Euclides Bertaglia

    primeiro que para administrar ou gerir alguma empresa o cidadão tem que ser formado em uma universidade e não ser um zero a esquerda e não é diferente em um clube de futebol tão grande quanto o nostro Palmeiras então aos incompetentes de plantão que se diz ser diretor do nostro verdone vão estudar!!! e largue de querer se promover as custa de um clube mega campeão e cheio de glórias que é nostro Palmeiras…os fundadores do nostro palestra reviram nos túmulos com tantos incompetentes que estão levando o nosso clube para o lixo…estou indignado!!!