Vocês muito provavelmente cruzaram com a manchete de que Polícia Federal – A Lei É para Todos, levou quase que meio milhão de expetadores aos cinemas, se tornando a melhor estreia nacional desse ano. Pois o filme de Marcelo Antunez, que trata do início da Operação Lava Jato, estreou em 7 de setembro e teve o impulsionamento do feriado para em 432 salas, levar 470 mil pessoas aos cinemas.

A produção, deixou para trás Detetives do Prédio Azul: O Filme de André Pellenz, que já levou mais de 1 milhão de brasileiros às salas de exibição. É interessante lembrar que Tropa de Elite 2 em seu lançamento que ocupou um número superior de salas (661)  salas, mas de cara bateu 1,2 milhão de espectadores no final de semana.

Claro que não dá muito pra comprar qualquer filme estreante com o apelo da sequência de uma das produções brasileiras mais vistas e elogiadas, Tropa de Elite. E atingir um milhão de expectadores, coisa que certamente acontecerá com Polícia Federal – A Lei É para Todos é tarefa faca na caveira para qualquer produção nacional.

Acho que também é importante considerar que o filme ( independente de sua qualidade, se é do partido A ou B, se é incrível ou não) chegou às salas do Brasil ao mesmo em que It- A Coisa arrancou gritos, pesadelos e amor por uma turminha alá Stranger Things. O filme, remake do clássico de 1990, e adaptado da obra de Stephen King, teve mais de 1,1 milhão de espectadores no Brasil e arrecadou R$ 17,47 milhões no mesmo período.

O terror faturou US$ 13,5 milhões, somente no dia de estreia nos Estados Unidos, perdendo apenas para Guardiões da Galáxia Vol. 2 (com US$ 17 milhões) e A Bela e a Fera (US$ 16,3 milhões). E não dá pra ignorar que o filme também enfrentou lá seus demônios: a classificação indicativa, em que jovens de até 17 anos precisam de um responsável para assistir à sessão, o furação Irma e a abertura da temporada de futebol americano este final de semana.

E o trailer de 50 Tons de Liberdade? Dicas para Veveta e seus gêmeos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *