Eis que depois de muito tempo sem ver Jim Carrey, o cara voltou com tudo, mas sem barba. A primeira aparição do artista, depois da morte da namorada Cathriona White, em 2015, foi no Festival de Cinema de Veneza. Não sei se vocês se lembram, mas o ator foi, inclusive, acusado de contribuir com o desfecho trágico, apontado em uma carta escrita e deixada por ela, como um dos motivos para tirar sua vida. Cathriona declarava que havia sido humilhada ao confrontar o ator sobre as doenças sexualmente transmissíveis que contraiu supostamente por conta das relações com ele. Essa carta serviu de motivo para que o ex marido e a mãe da garota processassem Carey, o responsabilizando pelo suicídio.

Mas voltando aos recentes acontecimentos. Este final de semana, no sábado, o ator também deu pinta em um evento da semana de moda de Nova Iorque. No tapete vermelho da Harper’s BAZAAR Celebrates ICONS, promovido pela importante editora de moda Carine Roitfeld, Jim Carrey deu uma das entrevistas mias estranhas da temporada. surpresa pela presença do ator em um evento de moda, a apresentadora do canal E!, Catt Sadler pergunto a respeito da decisão do ator em comparecer:

“There’s no meaning to any of this. So I wanted to find the most meaningless thing that I could come to and join and here I am.”

“Não há significado para nada disso. Então eu queria encontrar a coisa mais sem sentido que eu pudesse vir e me juntar e aqui estou “

Segue o jogo, e o ator parafraseou o discurso que fez na Maharishi University of Management in Iowa, em 2014:

‘I don’t believe in personalities. I believe that peace lies beyond personalities, beyond invention and disguise, beyond the red S you wear on your chest, that makes bullets bounce off.’

“Eu não acredito em personalidades. Eu acredito que a paz está além das personalidades, além da invenção e do disfarce, além do S vermelho ( referência ao Super Man) que você trás no seu peito e que faz com que as balas sejam rebatidas”

Pra fechar, a apresentadora tentou colocar a bola no chão perguntando: mas você está super bem vestido, não foi você quem escolheu a roupa? E Carrey fechou com:

‘I didn’t get dressed up.There is no me. There’s just things happening. We don’t matter.’

“Eu não me arrumei. Não tem eu. Tem apenas coisas acontecendo. Nós não importamos.”

Atualmente, Jim Carrey promove o documentário Jim & Andy: The Great Beyond – The Story of Jim Carrey & Andy Kaufman Featuring a Very Special, Contractually Obligated Mention of Tony Clifton, sobre seu processo para interpretar Andy Kaufman em Man On The Moon, além da série de TV da qual é produtor I’m Dying Up Here.

SETEMBRO AMARELO: Talinda Bennington relembra marido com legenda tocante E o trailer de 50 Tons de Liberdade?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *