O Reino Unido ainda nem da União Europeia, e já podemos ter um gostinho do quem por ai. Até nomes famosos amargam um dos efeitos econômicos do Brexit, a desvalorização da moeda britânica, a libra esterlina.

O chef Jamie Oliver decidiu fechar seis unidades da sua rede Jamie’s Italian, especializada em cozinha italiana, até o fim de março. O motivo é a desvalorização da moeda, que encarece o custo das importações… E como muitos dos ingredientes são trazidos de outros países… Deu ruim.

Com esta situação comprometida na Inglaterra, parece mesmo que a tendência da rede para 2017 é expansão internacional, com planos de outras 22 unidades do Jamie’s Italian abertas ao redor do mundo e ainda a expansão de uma nova rede, desta vez de comida australiana, chamada Barbecoa. Hoje, existes 42 estabelecimentos sob o selo Jamie’s Italian na Inglaterra, empregando mais de 3 mil pessoas. São 28 unidades em outros países, inclusive duas delas no Brasil, uma em São Paulo e outra na cidade de Campinas.

O Daily Mail não credita apenas nessa versão, e levantou alguns outros pontos sobre a administração da rede de Jamie. Em matéria detalhada, eles relembram que 2015, a cadeia de restaurantes italianos de Jamie foi atacada por clientes descontentes e por ex-funcionários insatisfeitos. O drama culminou no fechamento de seus restaurantes Fifteen que eram dirigidos pelo cunhado, Paul Hunt. O caso não saiu bem aos olhos do público, pois acabou deixando 44 funcionários a ver navio em pleno Natal.

Antes disso, em 2014, a empresa privada do chef, Jamie Oliver Holdings, revelou perda de milhões de libras… O mesmo Daily Mail conduziu investigações que mostraram no ano passado, quer Oliver tinha usado dinheiro público para financiar um de seus restaurantes. O jornal acredita que o fechamento se deva a problemas bem mais simples, apontados pelos consumidores: preços altos, comidas e serviço ruins.

Outro chef , Aldo Zilli, especialista em comida italiana criticou a declaração de Jamie Oliver de atribuir o fechamento dos restaurantes ao Brexit. Explicando que talvez o problema seja no crescimento exagerado da cadeira de restaurantes.

 

 

Os vencedores do Globo de Ouro e o mito Meryl Streep VOCÊ INDICA, EU COMENTO: The OA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: