Ontem, Talinda Bennington postou no Twitter uma foto da família tirada poucos dias antes de seu marido, Chester, cometer suicídio. A imagem mostra o vocalista do Linkin Park sorrindo, ao lado dos filhos e da esposa, apoiados em um muro e olhando para uma praia. A legenda é devastadora:

 “A foto é de dias antes de meu marido tirar a própria vida. Pensamentos suicidas estavam presentes, mas não imaginávamos”.

 

Talinda seguiu respondendo aos internautas e frisou que passará o resto de sua vida vivendo para que não exista mais estigma em relação à doenças mentais.

Relembre:

Depois de noticiada pelo TMZ, a morte de Chester Bennington, vocalista da banda Linkin Park foi confirmada pelo guitarrista da banda Mike Shinoda

Bennington, 41 anos, foi encontrado morto na manhã desta quinta-feira e segundo o TMZ teria se enforcado em sua casa em Palos Verdes Estates, Los Angeles. O músico deixa seis filhos.

Os fãs tinham acabado de receber o novo clipe para o single  Talking to Myself, quando horas depois ficaram sabendo do trágico acontecido.

O artista lutou contra seu vício em drogas e álcool, e no ano passado chegou a dizer em uma entrevista que já havia pensado em suicídio porque foi abusado quando criança, por um homem mais velho.

Amigo de Chris Cornell, vocalista do Soundgarden e do Audioslave, que em maio também cometeu suicídio, chegou a cantar no funeral do amigo, que nesta quinta completaria 53 anos. A faixa escolhida? Hallelujah.

Benington já dividiu palco com o Stone Temple Pilots em uma turnê em 2001, chegou a cantar no lugar de Cornell, com quem mais tarde lançaria um disco ( do projeto Dead by Sunrise), em 2013, antes de voltar a dar exclusividade ao Linkin Park.

A banda decolou no nos 2000. O som misturava heavy metal, grunge, hip-hop e hard rock, e logo recebeu o rótulo de nu metal pela crítica especializada. Contava com letras sombrias que não por acaso falavam de dores, sofrimento e depressão.

Os álbuns Hybrid Theory e Meteora fizeram a banda explodir e logo emplacaram diversas faixas como Faint, In the end, Crawling e Numb.

Numb , do álbum Collision Course que foi gravado em colaboração com o rapper Jay-Z em 2004. Aliás, mesmo ano em que a banda passou pelo Brasil, em show que teve abertura do Charlie Brown Jr. a banda retornaria ao país este ano, em maio, quando participou do Maximus Festival, em São Paulo.

O último disco lançado pelo Linkin Park, One More Light, saiu em maio deste ano e o grupo estava em turnê pelos Estados Unidos, com shows marcados até outubro.

A viagem no tempo de Rihanna, para talvez não perder a virgindade Jim Carey: Sem barba e com a língua afiada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *