Navegação de Posts

Onde jogará Pato?

MuricyAmigos do blog, de uma forma mais simplista, pelo que tenho ouvido falar, Pato jogaria aberto pelos lados do campo, formando assim uma linha de três, ao lado de Pabón e Ganso, na já manjada tática 4-2-3-1.

Porém, Pato não tem característica e força física para acompanhar o lateral adversário, com pede essa formação, algo que já ocorreu com Jadson.

Pato é um atacante que tem como principal característica fechar em diagonal, das pontas para o meio da área, com inteligência e boa finalização ao gol.

Para que isso seja possível, há a necessidade da entrada de mais um homem de meio-campo, que ajudaria na marcação e se aproximaria dos atacantes, nesse caso me parece que a tática a ser utilizada seria o 4-1-2-1-2, Provavelmente com Rogério, Douglas, Rodrigo Caio, Antônio Carlos e Álvaro Pereira; Wellington, Souza, Maicon e Ganso; Pato e Luis Fabiano.

Mas aí fica a pergunta: onde entraria Pabón nesse time?

Pois bem, a única solução seria recuar Pato para o meio campo e colocar Pabón no ataque. Para isso, a formação teria que ser o tradicional 4-4-2, com Ganso e Pato se revesando na armação e na chegada a área.

Acho que podemos deixar a função de aproximação para Pato, com ele jogando livremente pelos dois lados do campo, com a função de abastecer Pabón e Luis Fabiano.

Ganso ficaria com a função de fazer o time jogar, usando sua grande qualidade de passe.

Tudo muito bonito no papel, mas precisamos treinar muito para chegarmos a ter um time competitivo, mas acredito que as contratações foram boas e que o time pode melhorar ao logo da temporada.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
  • Cesar Santana

    O que me preocupa no texto é esta parte “Ganso ficaria com a função de fazer o time jogar, usando sua grande qualidade de passe.”.
    Então esquece…………….

  • Cesar Santana

    Ele jogará no banco….

  • dirceu mattos

    Acho que essa história de 3 atacantes é conversa prá boi dormir. Não funciona! Funcionou nos tempos de Garrincha, Pelé, etc. Hoje, isso não existe. Na minha opinião, o ideal para um time que tem uma zaga desajustada como a nossa, o ideal seria jogar com 3 volantes, e o Ganso solto para a armação. Minha zaga seria formada por Douglas, Paulo Miranda, Antonio Carlos e Alvaro Pereira. Os volantes seriam Rodrigo Caio, Wellington e Souza dado suporte a Ganso, que teria a função de municiar os alas e os atacantes. No ataque, Pato e Luis Fabiano. Uma formação que daria sustentação à zaga, poderia contar com o apoio efetivo dos laterais porque haveria proteção dos volantes, e Ganso livre para a armação e sem grande preocupação com a marcação, exceto para a saída dos volantes adversários. Acredito que seria um time muito consistente. Pato, que tem boa velocidade, jogaria como 2o. atacante, fazendo aproximação com Ganso e Luis Fabiano. Na falta de Luis Fabiano, jogaria Pabon ou Ewandro. E esqueçamos de vez Luis Ricardo, Denilson, Maicon, Ademilson e Osvaldo.
    Em tempo: no time do Corinthians que foi campeão mundial em 2012, diziam que o time jogava com 3 atacantes. Mentira! Na escalação aparacia o ataque com Jorge Henrique, Guerreiro e Sheik. Mas Jorge Henrique jogava na lateral, dando suporte para Alessandro, e do outro lado Sheik fazia o mesmo com Fábio Santos. Então, 3 atacantes uma ova!

  • Fernando

    Quando vi que Maicon fazia parte da sua escalação, ja parei de ler…

  • Luiz Neto

    Como é que é? 4-1-2-1-2? Essa é a primeira vez que vejo isso. Prezado, uma escalação com “Maicon e Ganso; Pato e Luis Fabiano” nós estamos ferrados. Com o Wellington ainda? Maicon deveria ser banco do Ganso. Eu colocaria esse time em um 3-5-2 para aliviar e liberar o Pereira e o pereba que estiver na direita para subir ao ataque e variava tirando o da direita e colocando o Pabon.

  • Ricardo

    Respondendo especificamente o que voce perguntou respondo que não sei.
    No começo da carreira desse cara achei que era centroavante e daqueles que só aparecem a cada 30 anos , muito técnico e goleador , vi ele jogar na estréia contra o Palmeiras e fazer 3 gols , parecia ser aquele centroavante que fica meio morto o jogo inteiro e de repente aparece na área pra finalizar.
    Agora ouvi o Mano e o Murici afirmarem que ele não é centroavante , que é um segundo ou terceiro atacante.
    Por tudo isso eu sei lá onde que esse cara vai jogar , só espero que jogue como naquele primeiro jogo que eu vi.

  • Ricardo

    Tenho pensado a mesma coisa.
    Queremos um time ofensivo mas também queremos um time que se defenda bem , um time organizado.
    Nas 2 últimas derrotas Alan Kardec e Silvinho conseguiram desempenhar contra nós o papel que queremos que nossos meias abertos pelas pontas desempenhem , e ainda fizeram gols.
    Portanto acho que é possivel mas vai depender da disposição de nossos jogadores desempenharem esse papel.
    O passado recente mostra o contrário , não sei exatamente o que acontece mas o que ocorre é que depois que o cara assina contrato com o São Paulo ele encosta o corpo.
    Temos inúmeros exemplos , como Tardelli , Fernandinho , Marlos , Fernandão , Arouca , Cicero e muitos outros menos cotados.
    O Paulo Ganso por exemplo é um cara que poderia ser um dos maiores meias do mundo caso conseguisse entender que se fosse mais agressivo no ataque , mais combativo no meio de campo e mais participativo do jogo tendo mais mobilidade , deslocando-se no campo e dificultando sua marcação. Para chegar nisso ele só precisa de mais disposição física pois a técnica ele ja tem.
    Se nossos pontas tiverem aplicação tática e nosso meia mais disposição física ainda assim ficariamos carentes de um volante com maior poder de marcação e passe do que Welington . Talvez ele ja esteja no elenco , seja o Rodrigo Caio que vem falhando seguidamente na zaga.
    Com isso resolvido nosso time voltaria a ser um time vencedor , com certeza.
    Acho que a diretoria fez seu papel , contratou bastante e pelo menos no nome foram boas contratações , agora a bola está com esses caras , eles é que tem que mostrar se vaõ ou não corresponder ao nome que tem.
    Para essa temporada foram contratados Luiz Ricardo , Roger Carvalho , Alvaro Pereira , Souza , Pabon e Alexandre Pato , além de Ewandro e Boschilia , 2 talentosos valores da base.
    Que temos os ingredientes para fazer um ótimo time eu não tenho dúvida , que temos um técnico capaz de trabalhar com essses ingredientes eu também não tenho dúvida , minha dúvida reside na disposição desses caras trabalharem como um grupo coeso , sem melindres e com muita disposição.
    Acho que vamos ter um idéia de futuro a partir das finais do paulistinha , se conseguirmos visualizar esse tipo de comportamento , mesmo sendo derrotados nas finais , poderemos ter um ano muito melhor que o anterior.